Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

terça-feira, 6 de maio de 2008

Farpas.

Ela juntou toda a sua leveza.
Era preciso ouvir, por mais que doesse.
Sentiu-se imbecil, usada, massacrada.
Sentiu-se burra, feia e abandonada.
Nada daquilo fazia sentido.
Ela o olhava, com olhos brilhantes e assustados.
Ele proferia palavras como se fossem lâminas,
Havia algo errado,
no lugar, nas pessoas, no barulho das conversas e da tv ligada.
Ele dizia a verdade.
A verdade é complexa. Densa.
Ela tomava mais um chopp. Escuro.
Fumava. Tentava jogar a fumaça para cima, para longe.
Que triste, que triste.
Ah! Quanta tristeza cabe num filtro de cigarro?

Ele juntou todo o seu cansaço.
Foi preciso falar, por mais que sofresse.
Sentiu-se frio, cortante, potente.
Sentiu-se livre, sincero, contente.
Pela primeira vez, havia um sentido.
Ele a olhava com olhos excitados e confusos.
Ela o olhava com olhos distantes e apáticos.
Não havia nada de errado,
tudo comum, como em qualquer lugar.
Ela engolia as pseudo-verdades.
A verdade é simples. Fácil.
Ele tomava mais uma cerveja. Gelada.
Expulsava a fumaça ao redor com as mãos.
Que estranho, que estranho.
Ah! Quanto sentimento cabe, numa verdade escancarada?



retirado do : http://www.indefinida.blogspot.com/

12 comentários:

Marco disse...

Olá, Luna.
Você me convidou e eu vim.
"Quanta tristeza cabe num filtro de cigarro?"
Só por essa frase eu já te daria um prêmio Nobel de poesia. Muito bom! Parabéns. Carpe Diem. Aproveite o dia e a vida.

Sergio disse...

Olá, Luna!

Obrigado pela carinhosa visita e palavras...não pode ser difernete ao teu...que calmaria isso aqui...as palavras perfeitas, tiradas da vida real..muito bom mesmo.
Procuro escrever sempre algo precisamente real para que sintam que é necessariamente realidade.
A escolha da música vem aconpanhado ao texto. Quero dizer que jamais voce vai ouvir o Créu, lá..rsrsrs
Parabens pela escolha do texto.

Um beijo

Volte sempre, eu voltarei..rs..verás no meu blog sempre uma alusão ao que de melhor temos em tudo.

Su disse...

Olá! Gostaria de agradecer sua visita!
Seu blog é lindo... adorei!

Bjosss!!!

E¢£¡þ§e¤ £Ð¢¤ disse...

Cabe o bastante para mudar a forma que olhas o mundo em menos de milésimos?.As pequenas e simples coisas são as que mais levam pedaços de nós.

Cuca disse...

Oi Luna,
Vim conhecer seu blog ,retribuir a visita, e digo que gostei de tudo que li,volterei.
Espero que vc tb tenha gostado do Várias Vertentes, e que volte.
Beijo

Anônimo disse...

Menina, que senso critico e poético! Gostei da sua página também. Voltarei, viu? Parabens.
Com abraçares, Graça Graúna

E¢£¡þ§e¤ £Ð¢¤ disse...

Desta forma somos todos nós.nunca caminhamos sobre a linha da certeza.nem mesmo o brilho do sol é constante.e muito menos o rúgido de um leão é inconstante.somos sempre a incerteza de amanhã.e se podemos afirmar que temos uma certeza nessa vida.é que estamos vivo.e para isso.basta respirar mais uma vez.de resto.inconstantes.sempre seremos da forma que aprendemos a ser

Cleo disse...

Oi Luna, obrigada pela visita! Tb gostei do seu blog. Ele tem um visual muito gostoso, muito limpo, diferentemente de blogs de pessoas da sua idade. Parabens.

Marco disse...

Olá.
Você pediu que eu viesse te visitar. Mas eu já tinha vindo e gostado muito. Carpe Diem.

Náh disse...

Tão fouuuufoo teu blog Luuh. É todo assim, sei lááa... traz uma paz assim.

E é bonito essas coisas que a senhorita escreve e acha por ai.

Parabens...

Um xero maninhaa ^^

Ti nhamoo

Fui...

E¢£¡þ§e¤ £Ð¢¤ disse...

Despreocupe-se.são erros comuns.boa sorte com o blog.e novamente.meus parabéns

Dani disse...

Oi Lunaaa!
Tudo bem?
Aqui Dani Faxina, vindo agradecer a visita...
Seja bem vinda sempre lá no meu cafofo virtual...
Beijos